GTD (Getting Things Done) « o método para conseguir que as coisas sejam feitas »

June 2nd, 2006. Update: because I'm just too curious to see who's interested in this post, I'm allowing comments to be posted. So please, feel free to drop a line if you passed by and/or are interested in GTD resources in Portuguese.

This entry is my first attempt to write about GTD in Portuguese, which equates to a double mortal summersault without safety net, so bare with me. Largely based in the wonderful work of Enoch Filho and Antonio Azevedo (Thanks in absentia). Please check their websites for more information on GTD in (Brazilian) Portuguese , links at the bottom of this post and on the blogroll. And thanks to my teacher, Ana Carolina, for the editing.

O método do GTD (Getting Things Done em inglês) é um método de organização de tempo e tarefas que é muito popular no mundo inteiro. Deve sobretudo sua popularidade pelo internet, já que é comentado em diversos blogs e forums de discussão.

O método foi lançado pelo norteamericano David Allen en 2001. David Allen começou a estudar filosofia zen-budista na Universidade de Berkeley, mas preferiu tornar-se faixa preta de caratê. Ele utiliza seus conhecimientos de caratê e budismo em seus seminários de productividade. Ele se deu conta que as tarefas pendentes constituem distrações que ao final sugam a energia das pessoas.

Ele propõe, para evitar esse tipo de perda de energia, de esvaziar na mente de todos seus pendentes em um só sistema – seja agenda de papel, electrônica ou programa de computador – em forma de listas e organizar as tarefas ao redor dessas listas.

O sistema se compõe de várias estágios-chave:

  • Coletar a informação: Este é o ponto principal que tem feito a popularidade do sistema. No sistema GTD, a informação que entra no sistema pode ser física (papéis, cartas, relatórios) ou eletrônica, por exemplo, os emails.
  • Processar a informação: selecionar o âmbito de ação para informação.
  • Organizar: Embora nós recebamos muita informação, só temos que agir em alguns casos. Aqui temos de decidir o que vamos a fazer com a informação.
  • Agir: Desde que tenhamos decidido a acção a tomar para cada ítem de informação, podemos começar a agir. Allen recomenda quebrar os projetos em pequenas acções que sejam mais facéis de manejar.
  • Revisar: O sistema precisa de revisões contínuas, ao final do dia, da semana e do mês. Se este passo se omite, o sistema risca de vir por água abaixo.

Pondo os pingos nos iis, o sistema GTD é muito simples, poderia ser considerado só um método de produtividade mais entre outros, porém, o segredo de sua popularidade é sua flexibilidade de utilização – em relação aos meios físicos utilizados para organizar as tarefas e em relação aos campos de utilização, tanto engenheiros como estudantes, como donas de casa utilizam dia a dia o sistema e o número de seus adetos continua crescendo.

 

Fonte:

 

 

Advertisements

One Comment on “GTD (Getting Things Done) « o método para conseguir que as coisas sejam feitas »”

  1. James says:

    Ótimo post — leva coragem mesmo escrever em PT sem ser sua lingua.

    I’ve also been studying portuguese of brasil for the past 4 years (um, it appears i started right about the date of this post;-) and wound up creating a video series to actually teach it! I was so mad at the dearth of good material that wasn;t so time consuming. So, that’s what I GOT DONE. For those interested, the iPod video series is here:

    http://www.semantica-portuguese.com

    Valeu!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s